Curso Objetivo

Login ou senha incorretos
0800 77 00 189                

ENEM - Divulgados os resultados finais do exame


29/03/2021
Exame Nacional de Ensino Médio

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 já podem conferir seus resultados individuais na Página do Participante ou no aplicativo do exame. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, nesta segunda-feira, 29 de março, os resultados e dados finais do Enem 2020. No total, foram 5.893.369 inscritos. Desses, 2.795.369 compareceram aos dois dias de prova ou a pelo menos um dia, e 3.029.391 compareceram a nenhum dia de aplicação.

A prova com a maior média geral foi a redação: 588,74. Ao todo, 28 participantes obtiveram nota máxima (1000) e 87.567 zeraram, sendo redação em branco o motivo com maior percentual (1,12%), seguido de fuga ao tema (0,93%) e cópia do texto motivador (0,46%), em um total de 2.723.583 redações corrigidas. Entre as provas objetivas, a que teve maior média geral foi linguagens, códigos e suas tecnologias, com 523,98. Matemática e suas tecnologias ficou com a média geral em 520, 73, seguida de ciências humanas e suas tecnologias com 511,64 e ciências da natureza e suas tecnologias 490,39.

Para ter acesso às notas, os participantes devem utilizar o login único do Governo Federal. Em caso de esquecimento da senha, o sistema permite recuperá-la. Basta inserir o CPF no campo indicado, selecionar avançar e clicar no link “Esqueci minha senha”. O sistema, então, apresentará diversas formas para recuperar a conta (validação facial, bancos credenciados, internet banking, e-mail e celular). Após a escolha de uma das opções o participante receberá o código de verificação e, em seguida, pode gerar uma nova senha.

O resultado do Enem 2020 para fins exclusivos de autoavaliação de conhecimentos do participante treineiro será divulgado no dia 28 de maio de 2021, na Página do Participante e no aplicativo do exame. Na mesma data, o Inep publicará os espelhos das redações no sistema e cada um poderá acessar a sua.

É importante ressaltar que, para o cálculo das notas de cada área, o Inep adota a Teoria de Resposta ao Item (TRI), um conjunto de modelos matemáticos que permite a comparabilidade entre as edições do exame. Já as redações são corrigidas uma a uma, por pelo menos dois corretores.

Perfil dos inscritos – Do total de inscritos, 5.523.036 estudantes se inscreveram para o Enem 2020 versão impressa, em que 48,4% compareceram a aplicação e 51,6% faltaram. O Enem digital teve 93.079 inscritos, com 31,5% de presença e 68,5% de ausência. Já no Exame Nacional do Ensino Médio para adultos privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL), dos 41.864 inscritos, 74,1% participaram da aplicação e 25,9% não fizeram o exame.

A crise sanitária causada pela COVID-19 ocasionou a necessidade da juntamente com a reaplicação do exame no estado do Amazonas e nos municípios de Espigão D’Oeste e de Rolim de Moura, ambos em Rondônia (RO), que não fizeram as provas nas datas regulares devido a decretos locais. A soma dos inscritos que solicitaram reaplicação e os do Amazonas e dos municípios Rolim de Moura e Espigão D’Oeste, eram esperados 235.204 participantes, dos quais 65.138 compareceram ao exame (27,7%), o que gerou uma abstenção de 72,3%.

Perfil dos participantes presentes – Mais de 4,9 milhões dos inscritos no Enem 2020 não pagaram a inscrição por atender algum dos critérios previstos no edital do exame. Destaca-se que, devido a pandemia causada pela Covid-19, o Inep garantiu gratuidade automática a todos que se enquadravam nos perfis de isenção da taxa, mesmo sem pedido formal. Apesar disso, menos da metade dos isentos fizeram as provas: 2.093.373 participantes, o que representa cerca de 42% do total esperado. O detalhamento por tipo de isenção não inclui o Enem PPL, pois não há pagamento de taxa na versão.

Foram registradas 1.405.260 participações de pessoas em situação de vulnerabilidade econômica, com direito a isenção da taxa por ser membro de família de baixa renda, o que representa 50,3% do total de presentes. O exame também contou com 688.113 participantes (24,6%) que não pagaram as inscrições por ter cursado o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral na rede privada. Já dos quase 1 milhão de pagantes esperados, 25,1% fizeram as provas. Ou seja, 702.605 presentes com pagamento confirmado.

As mulheres eram maioria entre os que compareceram às provas: 1.672.737, o que corresponde a 60%, enquanto 1.123.241 dos presentes eram do sexo masculino (40%). A maioria dos participantes se declarou pardo (45%), seguido dos que se reconhecem como brancos (37,4%) e pretos (12%). Os egressos do ensino médio representaram a maior parte dos participantes, 1.540.413, o que é igual a 55%, seguido dos 862.804 concluintes do ensino médio (31%). Já os estudantes treineiros, que não concluíram o ensino médio, mas que fizeram o Enem para ter uma autoavaliação, foram 392.761 dos participantes (14%).

Atendimento especializado – Foram realizados 50.688 atendimentos especializados para os participantes do Enem impresso e Enem PPL. Gestante, idoso, lactante, estudante em classe hospitalar, com deficiência ou condição específica, autismo, baixa visão, cegueira, deficiência auditiva, deficiência física, deficiência intelectual (mental), déficit de atenção, discalculia, dislexia, surdez, surdocegueira e visão monocular são os perfis de participantes que receberam esse atendimento. Por se tratar de uma aplicação piloto, o Enem Digital não ofereceu atendimento especializado.

O Inep disponibilizou 70.702 recursos de acessibilidade para os atendimentos: apoio para pernas e pés; auxílio para leitura; auxílio para transcrição; guia-intérprete; leitor de tela (novidade da edição); leitura labial; mesa e cadeira sem braços; mesa para cadeira de rodas; prova ampliada; prova em braile; prova superampliada; sala de fácil acesso; tempo adicional; tradutor-intérprete de Libras; videoprova em Libras.

Aplicação – O Enem 2020 impresso foi aplicado em 1.689 municípios brasileiros e contou com 14.447 locais de prova. Foram utilizadas 201.380 salas para aplicação do exame. O Enem digital foi realizado em 104 municípios em 4.053 laboratórios de informática, de 1.028 locais de prova. Já o Enem PPL, mais a reaplicação e a aplicação do exame para os participantes do Amazonas, Espigão D’Oeste (RO) e de Rolim de Moura (RO) foram realizados em 1.503 municípios, em 2.188 locais de prova e 13.568 salas.

O Enem 2020 teve 5.787 participantes eliminados, sendo 5.505 do Enem impresso, 141 do digital, 16 do Enem PPL e 125 da reaplicação. Seis participantes da versão impressa foram eliminados por não utilizar a máscara de proteção cobrindo nariz e a boca, desde sua entrada até a saída do local de prova.

Enem – O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi instituído em 1998, com o objetivo de avaliar o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. O exame aperfeiçoou sua metodologia e, em 2009, passou a ser utilizado como mecanismo de acesso à educação superior, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (ProUni) e de convênios com instituições portuguesas. Os participantes do Enem também podem pleitear financiamento estudantil em programas do governo, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os resultados do Enem continuam possibilitando o desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais.

As provas do Enem 2020, versão impressa, foram realizadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Pela primeira vez, o Inep realizou o Enem Digital, com aplicação em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021. Já o Enem PPL ocorreu nos dias 23 e 24 de fevereiro, mesma data da reaplicação do exame.

Acesse a Página do Participante

Conheça os principais resultados e números do Enem 2020

Saiba mais sobre o Enem

Fonte: INEP